<< voltar


Democracia nos olhos dos outros é refresco
por Luiz Octávio Rocha Miranda Costa Neves

Desde o fatídico primeiro de abril de 1964, até a eleição do Doutor Tancredo de Almeida Neves, os brasileiros, despidos dos seus mais comezinhos direitos civis, foram tutelados, como se incapazes fossem, por um pequeno grupo que se assenhoreou do poder e se arvorava como seu guardião e guia, a guiza de nos proteger de tudo que não se coadunasse com a sua confusa cartilha e que criou em nosso país um verdadeiro socialismo de direita.

E fizeram de tudo: eliminaram as eleições diretas, criaram a hedionda figura do senador biônico, intervieram no legislativo e no judiciário, enfim, prenderam, torturaram, mataram e sumiram com homens e mulheres de bem.

Muitas mulheres, pais e filhos, até hoje sofrem com a ausência dos seus maridos, filhos e pais, cujo paradeiro desconhecem.

Mas, as sombras passaram e o Brasil conseguiu, com muito suor, lágrimas e sacrifícios, voltar ao Estado Democrático de Direito, onde todos esses arbítrios estão e serão devidamente apurados, dentro da mais completa Lei e Ordem, e tudo devido à luta incessante e diuturna de diversas instituições, como a nossa Ordem dos Advogados do Brasil, defensora intransigente das liberdades e dos princípios de moralidade e justiça.

Todavia, causa profunda espécie, saber que a OAB, com um passado intransigente de lutas pela democracia, não a pratique em seu próprio seio.

Falo do inexplicável e inadmissível método da eleição indireta para a Presidência do Conselho Federal da OAB, onde os advogados inscritos nas diversas seccionais elegem seus representantes para aquele conselho, que somente então elegem o seu presidente, alijando mais de 700.000 advogados do direito sagrado de eleger diretamente o presidente do seu órgão máximo de classe.

Ora, o Presidente da OAB não é simplesmente o presidente do Conselho Federal, mas sim o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, ou seja, de todos os advogados brasileiros.

Portanto, todos os advogados devem se unir em um único brado (já ouvido em outras gloriosas campanhas): "DIRETAS JÁ" para eleger o Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil!

endereço
Rua do Ouvidor 60/911
Centro - CEP 20.040-030
Rio de Janeiro, R.J.- Brasil

telefone
Tel.: (21) 2292-5005 / 2292-5006


e-mail

contato@rochamiranda.adv.br


Copyright © 2003 - 2015 Rocha Miranda & Advogados Associados.
Melhor visualizado em 1024 X 768