<< voltar


Gol condenada a indenizar casal por cancelamento de vôo

O juiz Antônio Roberto Andolfato de Souza, da 3ª Vara Cível de São José do Rio Preto (SP), condenou a Gol a pagar R$ 7.000 de reparação por danos morais a um casal por alterar a programação de um vôo e obrigá-lo a dormir em um hotel, em São Paulo, em 2006.

O vôo seguiria de Cuiabá (MT) para São José do Rio Preto. De acordo com a sentença, o casal havia comprado a passagem de retorno com antecedência superior a um mês e, no momento do embarque, descobriu que o vôo havia sido cancelado.

Os funcionários da empresa informaram o casal que outro vôo partiria com o mesmo trajeto ainda naquele dia.

O segundo vôo, porém, em vez de aterrissar em São José do Rio Preto, pousou em São Paulo, após uma escala em Brasília. O casal foi obrigado a passar uma noite em um hotel da cidade sem sua bagagem que, àquela altura, já havia sido levada para a aeronave que seguiria, na manhã seguinte, para a cidade do interior.(do site "Espaço Vital")

endereço
Rua do Ouvidor 60/911
Centro - CEP 20.040-030
Rio de Janeiro, R.J.- Brasil

telefone
Tel.: (21) 2292-5005 / 2292-5006


e-mail

contato@rochamiranda.adv.br


Copyright © 2003 - 2015 Rocha Miranda & Advogados Associados.
Melhor visualizado em 1024 X 768