<< voltar


Apaixonado por Juíza inventava processos
(Diversos - 16.07.04)

O romeno Sandu Gurguiatu inventava ações para que pudesse ver uma juíza da corte de Focsani, na Hungria. Ele se apaixonou pela magistrada durante um processo judicial iniciado por razões financeiras. Por amor, ele retornou à Justiça novamente mais de dez vezes.

O homem compareceu a corte há quatro anos devido a uma demissão injusta. Ao conhecer a juíza Elena Lala, ele decidiu processar seus empregadores e inventar todos os motivos possíveis para voltar ao local outras doze vezes, apenas para poder ver a magistrada.

O primeiro caso de Gurguiatu, que provocou a paixão desenfreada, foi perdido. Entretanto, ele ganhou alguns dos processos seguintes que inventou, inclusive a reivindicação de ter direito a duas toalhas e sabão suficiente para se lavar no trabalho. "Eu fiquei perdidamente apaixonado por ela e, quando descobri que era casada, não sabia como fazer para voltar a vê-la", contou ao jornal Libertatea. "A única maneira era encontrá-la na corte. Então eu li um livro de leis e retornei com todo o tipo de problemas", disse.

Algumas vezes, o apaixonado chegou a encontrar a juíza nos corredores da corte em Focsani, uma cidade a 200 km de Budapeste, mas era muito tímido para conversar. Porém, decidiu tornar pública sua história. A corte de Focsani se recusou a comentar a matéria do jornal. A juíza, objeto da afeição, afirmou estar surpresa pela revelação. "Eu lembro de julgar seus casos, mas, para mim, todos os casos são iguais", afirmou.
(Com informações do Terra)

endereço
Rua do Ouvidor 60/911
Centro - CEP 20.040-030
Rio de Janeiro, R.J.- Brasil

telefone
Tel.: (21) 2292-5005 / 2292-5006


e-mail

contato@rochamiranda.adv.br


Copyright © 2003 - 2015 Rocha Miranda & Advogados Associados.
Melhor visualizado em 1024 X 768